Cabos de rede: entenda as diferenças.

Blog | 19/11/2020

Hoje em dia é muito comum as pessoas contratarem um plano de internet muito rápido, mas os equipamentos não acompanham tamanha velocidade. Você sabia que até o cabo de rede influencia na velocidade da sua rede?

Hoje vamos explicar as principais diferenças entre dos tipos de cabo! Vamos mostrar aqui algumas diferenças entre os tipos de cabos de rede! Assim você poderá aproveitar 100% da internet de fibra óptica INB!

Cat5

Este cabo é o mais lento entre as versões aqui listadas, conseguindo atingir taxas de transferência de até 100 Mbps pelas especificações técnicas. Apesar disso, se colocado em distâncias curtas, o fio consegue transmitir dados em até 1000 Mbps (Gigabit Ethernet).

Cat5e

Este cabo é o mais comumente encontrado em nossas casas. A letra "e" ao lado de Cat5 vem do inglês enhanced (aprimorado). Na sua versão atualizada, o cabo ganhou novos padrões de certificação para causar menos interferência e perda de sinal. Por isso, um Cat5e consegue melhor desempenho em instalações próximas aos 100 metros permitidos quando comparado com o Cat5.

Outra melhoria foi na velocidade, que passou a oficialmente suportar o padrão Gigabit. Ele manteve a frequência de 100 MHz nas especificações técnicas, mas é comum que os fabricantes desenvolvam cabos que suportam faixas mais elevadas.

Cat6

O cabo da "Categoria 6" tem na taxa de transferência de dados sua principal mudança em relação ao Cat5e. O modelo atinge velocidade de 10 Gigabits por segundo, mas, trabalhando nesse limite, o alcance cai de 100 metros para 55 metros.

O Cat6 suporta frequências de até 250 MHz por padrão e apresenta ainda menos interferência do que o Cat5e. Uma frequência maior significa que o cabo consegue administrar melhor os dados que por ele trafegam, garantindo uma maior velocidade.

Cat6a

O "a" em Cat6a vem de augmented ("aumentada"). Ele foi criado justamente para aumentar o alcance oferecido pelo Cat6 em redes 10G. O Cat6a contorna o problema apresentado pela geração anterior, conseguindo realizar transferências de 10 Gigabits por segundo em instalações de até 100 metros.
.
Por fora, sua principal diferença é que ele é mais grosso e menos flexível. Isso deve-se ao separador posicionado entre os pares de cabo, por vezes encontrado também nos Cat6, que praticamente elimina as interferências. O modelo ainda duplica a frequência suportada para 500 MHz.

As diferenças são muitas! Busque sempre pela melhor opção, sempre tendo em vista a compatibilidade da sua rede.

E conte sempre com a gente na hora de garantir mais velocidade!

INB - conectando você à informação.

x

Olá! Solicite por aqui também o Orçamento e Prazo.

Orçamento e Prazo? Pergunte aqui.